QUAL É A IMPORTÂNCIA DA TIPOGRAFIA PARA O MATERIAL GRÁFICO DA SUA EMPRESA?
      
QUAL É A IMPORTÂNCIA DA TIPOGRAFIA PARA O MATERIAL GRÁFICO DA SUA EMPRESA?

Muitas vezes quando o empresário vai criar seu material gráfico, as suas maiores preocupações são o uso das cores e das imagens. A tipografia acaba sendo descuidada pelas empresas, principalmente por desconhecerem a sua importância e seu impacto, tanto para os seus consumidores como na diferenciação em relação à concorrência.

Por isso, no post de hoje vamos entender o que é tipografia e como o uso de diferentes fontes influencia a percepção do consumidor do seu produto, assim como nos rótulos personalizados.

Vamos lá?!

O que é tipografia?

Antes de entendermos qual é a importância da tipografia para o material gráfico de uma empresa, é importante saber o que é tipografia.

Tipografia significa a “impressão dos tipos”, nome mais comum para falarmos de fontes de letras. Ou seja, neste entendimento mais simples, tipografia está relacionada com as mais diversas possibilidades de fontes de letras

Porém, nos últimos anos, o termo tipografia ganhou um significado mais amplo: é o nome dado ao estudo, criação e aplicação de caracteres, estilos, formatos e disposição visual de palavras.

E o que isso significa na prática? Que todo material gráfico com design e que possui textos utilizam a tipografia para definir em qual formato e estilo as palavras irão aparecer. Exemplo: rótulo adesivo.

Ficou confuso? Vamos trazer dois exemplos: Cola Cola e Nike.


Photo by Pixabay from Pexels

Photo by Pixabay from Pexels

Photo by Pixabay from Pexels

Photo by Pixabay from Pexels

Olhe para as fontes das letras: deu para perceber como são fontes bem diferentes e que transmitem sentimentos e emoções também diferentes? Isso é a tipografia!

Assim, a tipografia é uma das bases da comunicação não-verbal. Por isso, é preciso definir e escolher a tipografia com bastante cautela, pois ela precisa:

• Estar de acordo com a mensagem que deseja ser transmitida;

• Estar integrada com os demais elementos gráficos e

• Ser legível.     

Classificação das fontes

No geral, podemos classificar as fontes em quatro tipos primários, que são:

Serif (com serifa)

As fontes com serifa também são conhecidas como fontes serifadas. É o tipo que possui pequenos prolongamentos e traços nas extremidades das letras.

No geral, essas fontes são bastante usadas em textos mais longos, como é o caso de revistas, jornais e livros. Por quê?  Porque as fontes serifadas promovem maior conforto aos olhos humanos em leituras mais longas.

Quer um exemplo de fonte serifada? É o caso da Times New Roman, uma fonte bem conhecida.

Sans Serif (sem serifa)

As fontes sem serifa, ou simplesmente não serifadas, são todas as fontes que não possuem os prolongamentos nas extremidades das letras, como é o caso das fontes serifadas.

No geral, as fontes sem serifa são bastante utilizadas para textos mais curtos e para a criação de peças de design gráfico.

Uma das mais conhecidas é a Arial.

Script

A tipografia script também é conhecida como cursiva ou manuscrita. Ela é aquele estilo de fonte que simula a escrita manual humana. Por isso, estas são as fontes mais:

• Clássicas;

• Elegantes;

• Suaves;

A fonte cursiva é mais utilizada na criação de designs gráficos como convites de formatura.

Uma fonte muito conhecida é a Monotype Corsiva.

Display

A tipografia display também é conhecida como decorativa ou artística. Consiste nas fontes de letras mais artísticas que não são classificadas em nenhum dos tipos anteriores.

Esse tipo de fonte possui letras mais enfeitadas, podendo até trazer símbolos figuras no lugar do alfabeto.

Obviamente que é preciso cuidado na hora de utilizar uma fonte display para não deixar o design ilegível, muito poluído ou com ruído na mensagem a ser transmitida.

A importância da tipografia para o material gráfico da sua empresa

Deu para começar a perceber a importância da tipografia no design gráfico, não é mesmo?! A tipografia é um dos principais elementos comunicadores de uma marca ou de um rótulo personalizado (adesivo personalizado), por exemplo.

Porém, é importante lembrar: a tipografia é apenas um dos pilares para construção de uma identidade visual para uma marca, assim como outros elementos:

   • Logotipo;

   • Cores;

   • Textura;

   • Imagens;

É todo este conjunto que irá oferecer a experiência da marca que ajudará a diferenciá-la entre os concorrentes.

Ou seja, o uso correto da tipografia é essencial para transmitir uma ideia de mensagem não-verbal, sendo capaz de agregar conceitos que despertam sensações e valores para seus clientes.

Como vimos, cada fonte desperta um sentimento ou uma impressão: pode ser sutileza, jovialidade, alegria, descontração, segurança e mais uma infinidade de sentimentos.

Dica para ajudar a encontrar a tipografia ideal para o material gráfico da sua empresa

Está sem saber por onde começar na escolha da tipografia para seu material gráfico? Que tal utilizar o Google Fontes para encontrar inspirações para o seu rótulo?

Através da plataforma é possível verificar como seu texto vai ficar em dezenas de fontes diferentes.

E se você quer ajuda de um time especializado, entre em contato com a PrintCola: além de sermos uma gráfica com anos de experiência, temos o melhor custo X benefício, além de profissionais especializados para a criação da sua arte.

Quer continuar com a gente? Veja outros conteúdos exclusivos do nosso blog:

Impressão de etiqueta adesiva: o que você precisa saber para fazer a escolha certa para o seu produto;

Guia Completo dos termos gráficos para impressão;

Adesivo personalizado: tudo o que você precisa saber para conquistar novos clientes e aumentar o seu lucro.

Compartilhe

Comentários

Faça login para comentar